Hoje, sábado (10), começa a segunda etapa do Challengers Brasil. Dos 8 times participantes, os 4 melhores se classificarão diretamente para a final brasileira, que dará a dois times a oportunidade de competir no Masters da Islândia contra as melhores equipes do mundo. Enquanto isso, os 4 times eliminados terão uma nova chance na terceira etapa.

Os times serão divididos em dois grupos, e cada grupo dará duas vagas para a final brasileira.

Grupo A: Team Vikings, Slick, Gamelanders e SEMORGAINDA

Grupo B: FURIA, Sharks, Havan Liberty e INGAMING

Vamos agora conhecer um pouco melhor as 8 equipes participantes:

#1 – Team Vikings

A equipe vem invicta da primeira etapa, onde bateu a FreeAgents em uma MD1 e a Vorax em uma MD3 por 2-0.

Começam enfrentando a equipe SEMORGAINDA e fazem parte do grupo A, que se completa com Slick e Gamelanders.

A Team Vikings é o time a ser batido. Pode ser considerada a atual equipe mais forte do Brasil, visto que venceram o Masters brasileiro que aconteceu no mês passado, aplicando um convincente 3-0 na MD5 final contra a Gamelanders. Com certeza ainda podemos esperar muitas surpresas do capitão argentino Saadhak.

#2 – FURIA

Assim como a VKS, a FURIA também vem invicta da primeira etapa, se classificando após eletrizantes vitórias em cima da Sharks e da Gamelanders, ambas decididas em OT.

Hoje enfrentam a INGAMING e encabeçam o grupo B, que se completa com Sharks e Havan Liberty.

A FURIA é uma equipe muito agressiva e põe muita pressão nos adversários com seus ataques rápidos. Apesar de sofrer um pouco na defesa, o time aparece melhor encaixado a cada campeonato e é franco favorito de seu grupo.

#3 – Sharks

Fonte: VCT Brazil

A Sharks, por sua vez, sofreu apenas uma derrota inicial de 13-15 na MD1 contra a FURIA. Em seguida, conquistou sua vaga eliminando a Rise e a Gamelanders da primeira etapa.

São favoritos na partida de hoje contra a Havan Liberty e, se vencerem, na semana que vem podem ter sua revanche contra a FURIA em uma MD3 valendo vaga na final brasileira. Se não houverem zebras no caminho, essa com certeza será uma partida interessante de se acompanhar. É bom que todos fiquem de olho no nosso SicK brasileiro, mais conhecido como prozin.

#4 – Slick

Fonte: VCT Brazil

A Slick teve uma trajetória semelhante à da Sharks. A equipe sofreu apenas uma derrota na partida de abertura para a Vorax (14-16) e, em seguida, se classificou para a segunda etapa eliminando a FreeAgents e a própria Vorax.

O time vem desempenhando cada vez melhor desde a entrada do prodígio Aspas, mas precisarão enfrentar um complicado adversário no jogo de hoje, a temida Gamelanders. Apesar do favoritismo, tudo pode acontecer nessa MD1, uma vez que a Gamelanders vem de uma sequência de derrotas contra as equipes Team Vikings, FURIA e Sharks.

#5 – Gamelanders

Os campeões do First Strike Brazil vem sofrendo um pouco para se adaptar às novas potências que surgiram esse ano. Após duras derrotas na primeira etapa, precisaram jogar a segunda seletiva aberta, pela qual passaram de forma segura e mostraram que ainda estão vivos.

A Gamelanders foi, sem sombra de dúvidas, o melhor time brasileiro do ano de 2020. Não podemos ignorar sua história, mas o time precisará lutar muito para bater as quatro equipes apresentadas acima, as quais surgiram em 2021 para tomar seu trono.

Começam desafiando a Slick e, se conquistarem essa vitória, podem buscar vingança pelo Masters Regional na semana que vem contra a Team Vikings. Se essa partida vier a acontecer, com certeza também será quentíssima.

#6 – Havan Liberty

A equipe da Havan não estava desempenhando muito bem nos últimos meses, ficando de fora de importantes eventos, como a etapa anterior do Challengers e o Masters Regional.

No entanto, o time surge agora com muita expectativa após conseguir sua vaga atropelando a Vorax na seletiva aberta, aplicando um 2-0 com dois placares elásticos de 13-3. Começam enfrentando a Sharks, que também deve vir confiante após vencer a Gamelanders.

#7 – INGAMING

Assim como a Havan Liberty, a INGAMING foi vista pela última vez no First Strike Brazil, que ocorreu no ano passado. Desde então, em campeonatos oficiais da Riot, ambas seguiram caindo repetitivamente nas seletivas abertas.

Agora que conquistou seu lugar ao sol, a equipe vem em busca de um bom desempenho para provar seu valor. Não será uma tarefa fácil, uma vez que seu primeiro adversário será a agressiva FURIA de Xand.

#8 – SEMORGAINDA

Por fim, o único time sem organização e a maior zebra da etapa. É uma equipe recém formada que está figurando pela primeira vez em um Challengers, mas não podemos dizer que foi sorte. A vaga foi conquistada por meio de seguras vitórias em cima da Imperial e da Vivo Keyd. Apesar disso, há um árduo caminho pela frente e já começam enfrentando a atual campeã, a Team Vikings.

Vale citar que, assim como a FURIA com Nozwerr e a Team Vikings com Saadhak, essa equipe conta com um manito em sua line up, o jogador l4cer ex-9z Team. Será essa a fórmula para o sucesso? Descobriremos em breve.

Deixe um comentário

Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pela Política de Privacidade do Google e os Termos de Serviço também se aplicam.